Clínica Shimizu

Segunda a sexta
08h30 às 18h30
Rua Padre Anchieta, 1846 - Bigorrilho, Curitiba - PR, 80730-000, Brasil

DTM e Dor Orofacial


Deprecated: wp_make_content_images_responsive está obsoleto desde a versão 5.5.0! Use wp_filter_content_tags() em seu lugar. in /home/storage/4/0b/8e/shimizuortodontia/public_html/wp-includes/functions.php on line 5083

A disfunção temporomandibular (DTM) e dor orofacial são problemas clínicos que acometem estruturas da cavidade oral, face, cabeça e pescoço. Geralmente, as condições clínicas relacionadas a essa síndrome são dores nos dentes ou dos tecidos periodontais, dor ou sons na articulação da mandíbula, dores e sensibilidade nos músculos da mastigação, e função irregular ou limitada da mandíbula. Os problemas relacionados à DTM podem se manifestar na região da cabeça ou pescoço e estarem associadas às dores na região cervical, às cefaleias (dores de cabeça), fibromialgia e doenças reumáticas como a artrite reumatoide.

Os sintomas mais comuns apresentados pelos pacientes com DTM são dificuldade, dor ou limitação para abrir ou mastigar, ruídos na ATM, travamento da mandíbula, dores na face e próximo ao ouvido, cansaço nos músculos da face, certos tipos de dores de cabeça. Não existe uma causa específica da DTM e Dor Orofacial, mas alguns fatores como traumas, estresse emocional, apertamento constante, bruxismo podem ser considerados predisponentes ao desenvolvimento dessa patologia. O tratamento recomendado envolve o uso de placas interoclusais, fisioterapia, uso de medicamentos, toxina botulínica, entre outros.

Dor de cabeça e DTM

A dor de cabeça, ou cefaleia, é mais forte e mais frequente em pacientes com DTM, sobretudo no tipo tensional. O tratamento adequado da DTM pode melhorar essas dores.

Bruxismo

O bruxismo é uma desordem de movimentos estereotipados e periódicos durante o sono, associado ao ranger e/ou apertar de dentes. O tratamento é feito a partir da utilização de aparelhos e terapias orais, medidas farmacológicas e terapias comportamental-cognitivas, que visam devolver ao paciente mais qualidade de vida.